quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

SOLO EM DUETO


Como um simples olhar é capaz de nos fazer sentir... um nó na garganta, um embrulho no estômago, um arrepio na espinha e então fazer um solo em dueto. Fe.Conrado"

Um comentário:

Fernando disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.